Palestra sobre Eficiência Energética na UNIBRASIL

O Sócio Diretor da Efi Energy Engenharia o Eng. Paulo César dos Santos ministrou uma palestra sobre eficiência energética na universidade UNIBrasil . O evento ocorreu em Curitiba no dia 22/10 e contou com a participação de mais de quarenta pessoas entre estudantes e professores do curso de Engenharia Elétrica.

“Foi muito gratificante a palestra do Paulo no evento que tivemos na Unibrasil (EVINCI – Evento de iniciação Científica). Oportunidade em que podemos adquirir grandes conhecimentos e agregando na formação de nossos futuros engenheiros para um mundo melhor e sustentável”, afirmou  Marcio Noris, professor do curso de engenharia elétrica e organizador do evento.

Workshop sobre Eficiência Energética foi sucesso de público em Curitiba

O Sócio Diretor da Efi Energy Engenharia o Eng. Paulo César dos Santos, foi o palestrante do Workshop de Eficiência Energética promovido pela Reymaster Materiais Elétricos e pela Engerey Painéis Elétricos. O Evento aconteceu na noite de 17/10/2019 na sede da Engerey e contou com a participação de mais de 100 pessoas, sendo eles profissionais das mais diversas áreas da indústria, comércio e empresas de instalação e manutenção.

Na palestra foram abordados assuntos relevantes para se alcançar a redução de custos com energia elétrica, desde gestão da fatura de energia até soluções de eficiência energética que envolvem troca de motores e automação de processos. Foram apresentados exemplos onde o retorno do investimento acontece em apenas 6 meses.

Ao final da palestra foi aberto o espaço para perguntas e foram aproximadamente 30 minutos de perguntas e respostas o que demonstra a grande relevância do tema Eficiência Energética na Indústria.

Efi Energy Engenharia é Parceiro WEG – WE³

Em dezembro de 2018 a Efi Energy Engenharia e Consultoria Ltda firmou parceria com a  WEG Motores, como integrador de soluções de eficiência energética em motores elétricos, o programa lançado pela WEG recebeu o nome de WE³ e credenciou parceiros em todo Brasil para aplicar as soluções desenvolvidas ao longo dos anos pelo Centro de Negócios em Eficiência Energética – CNEE. Saiba mais.

Efi Energy faz parte da Rede Empreendedora da UTFPR

A Rede Empreendedora da UTFPR foi idealizada pelo Prof. Paulo Apelles Camboim de Oliveira, com objetivo de promover um ambiente colaborativo para o crescimento do segmento empresarial, fomentando e fortalecendo as ações de parceria entre empreendedores, com base no conhecimento científico e tecnológico gerado na UTFPR.

Em 21/09/2017 a Efi Energy esteve presente no II Fórum Empresarial e Comunitário do Câmpus Curitiba (FOREC-CT) onde ocorreu oficialmente o lançamento da Rede Empreendedora da UTFPR Câmpus Curitiba.

A Efi Energy Engenharia e Consultoria foi fundada por pelos Engenheiros Eletricistas Paulo César dos Santos e Rodrigo Dalmolin, ambos egressos da UTFPR.

Temos orgulho de participar desta incrível rede.

Saiba mais sobre a rede clicando aqui

Efi Energy Engenharia conta com Profissional Certificado em Medição e Verificação – CMVP

O Engenheiro Eletricista Paulo César dos Santos, conquistou o Certificação Internacional de Profissional em Medição e Verificação – CMVP  após obter êxito no exame de certificação realizado em Porto Alegre – RS, no dia 20 de Abril de 2017.

Para obter a certificação é necessário preencher vários requisitos de formação profissional, bem como ter aproveitamento superior a 70% no exame escrito elaborado pela Association of Energy Engineers, este exame é aplicado ao redor do mundo e desde 1981 já certificou mais de 15 mil profissionais no setor de energia.

A certificação internacional em M & V demonstra que o profissional tem sólidos conhecimentos de aplicação do Protocolo Internacional de Medição e Verificação de Performance – IPMVP e esta habilitado para elaborar Planos de Medição e Verificação de resultados de ações de eficiência energética.

Saiba mais em: www.aeecenter.org

 

Desperdício de energia atinge R$ 61,7 bi em três anos

Fonte: abesco.com.br de 22/05/2017

A desatualização de maquinário industrial, de lâmpadas e de eletrodomésticos é o principal motivo para que o País deixasse de economizar em energia elétrica, nos últimos três anos, o equivalente a 1,4 vezes a produção da Itaipu Binacional do ano passado. De acordo com relatório divulgado no início deste mês pela Abesco (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia), o País deixou escapar pela tomada R$ 61,7 bilhões no período, o que poderia ser resolvido com incentivos governamentais à modernização industrial e à fabricação de produtos de consumo mais eficiente.

Sem tal desperdício, seria possível reduzir o uso de termelétricas em momentos de baixa nos reservatórios de usinas hidrelétricas e uma menor necessidade de investimentos na ampliação da rede, o que baratearia a tarifa. A quantidade de eletricidade que deixou de ser economizada é equivalente a 143,6 milhões de gigawatt-hora (Gwh), o que poderia abastecer por um mês uma cidade de 533 mil habitantes durante um mês, de acordo com a Abesco. O número é quase a população de Londrina, que fechou 2016 com 553 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

É consenso entre especialistas que o País investiu muito nos últimos anos na geração de fontes renováveis. Dados da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) apontam o crescimento neste ano de 38% na geração nacional de energia eólica. Entretanto, há poucos incentivos, por exemplo, para que usuários industriais ou mesmo residenciais invistam na própria geração, por meio da instalação de um sistema de aproveitamento de energia solar.