Decisão judicial reduz a conta de energia dos consumidores Paranaenses.

Em 10 de julho de 2020 a Companhia Paranaense de Energia (COPEL) anunciou que venceu uma ação impetrada em 2009, que tinha como objetivo desobrigar a empresa a recolher PIS e COFINS sobre o ICMS.

O argumento apresentado pela COPEL no processo judicial foi que o ICMS é receita do estado, e como o PIS e Cofins devem incidir sobre a receita da companhia, não poderiam incluir o ICMS em sua base de cálculo.

A COPEL divulgou em seu portal que a redução média nas tarifas de energia será de 3,8%, passando a valer a partir de julho de 2020.

Além da Concessionaria paranaense outras empresas de distribuição, de diversos estados, impetraram  ações semelhantes na justiça, com a grande maioria aguardando decisão do Superior Tribunal de Justiça.

Mesmo sendo favorável aos consumidores, a demora de quase uma década para a decisão definitiva traz a tona alguns dos grandes obstáculos para o desenvolvimento do setor elétrico brasileiro, a  judicialização e a morosidade do sistema judiciário.

fonte: https://www.copel.com/hpcweb/copel-ganha-acao-judicial-que-reduzira-tarifa-de-energia

Bandeira Tarifária Verde até Dezembro

Em reunião publica realizada no dia 26/05/2020 a diretoria da Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), anunciou que a bandeira tarifária verde sera mantida até dezembro de 2020. Segundo a ANEEL a medida tem o objetivo de diminuir os gastos dos consumidores e auxiliar o setor elétrico durante a  crise do Covid-19.

Alem das análises técnicas e a consulta publica realizada entre 12/03 e 27/04 a ANEEL aponta a redução de carga projetada para os próximos meses como fundamentos para a decisão.

Fonte: aneel.gov.br acessado em 27/05/2020

Palestra sobre Eficiência Energética na UNIBRASIL

O Sócio Diretor da Efi Energy Engenharia o Eng. Paulo César dos Santos ministrou uma palestra sobre eficiência energética na universidade UNIBrasil . O evento ocorreu em Curitiba no dia 22/10 e contou com a participação de mais de quarenta pessoas entre estudantes e professores do curso de Engenharia Elétrica.

“Foi muito gratificante a palestra do Paulo no evento que tivemos na Unibrasil (EVINCI – Evento de iniciação Científica). Oportunidade em que podemos adquirir grandes conhecimentos e agregando na formação de nossos futuros engenheiros para um mundo melhor e sustentável”, afirmou  Marcio Noris, professor do curso de engenharia elétrica e organizador do evento.

Preço da energia de curto prazo – PLD fecha Junho em R$ 65,91 / MWh no Sul

O preço de liquidação das diferenças (PLD) que serve de referência para as operações do mercado de energia de curto prazo, fechou o mês de Junho de 2017 em forte queda, devido principalmente as afluências acima da média, confira os valores médios:

Sudeste / Centro Oeste: R$ 124,70 / MWh

Sul: R$ 65,91 / MWh

Nordeste: R$ 143,59 / MWh

Norte: R$ 128,96 / MWh

Porém para a primeira semana de Julho o PLD registrou uma expressiva alta em todos os submercados ficando equalizado em R$ 233,32 / MWh.

 

Fonte: ccee.org.br

Reajuste Tarifário da Copel (PR) é aprovado pela ANEEL

As tarifas para os consumidores do Paraná atendidos pela Copel Distribuição serão reajustadas a partir de 24/06/2017.

Para consumidores residenciais, que são atendidos em baixa tensão, as tarifas ficarão em média 6,09 % mais caras. Já para consumidores industriais e comerciais de grande porte que são atendidos em média/alta tensão a tarifa subirá em média 5,62 %.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.

Fonte: aneel.gov.br em 20/06/2017.