Decisão judicial reduz a conta de energia dos consumidores Paranaenses.

Em 10 de julho de 2020 a Companhia Paranaense de Energia (COPEL) anunciou que venceu uma ação impetrada em 2009, que tinha como objetivo desobrigar a empresa a recolher PIS e COFINS sobre o ICMS.

O argumento apresentado pela COPEL no processo judicial foi que o ICMS é receita do estado, e como o PIS e Cofins devem incidir sobre a receita da companhia, não poderiam incluir o ICMS em sua base de cálculo.

A COPEL divulgou em seu portal que a redução média nas tarifas de energia será de 3,8%, passando a valer a partir de julho de 2020.

Além da Concessionaria paranaense outras empresas de distribuição, de diversos estados, impetraram  ações semelhantes na justiça, com a grande maioria aguardando decisão do Superior Tribunal de Justiça.

Mesmo sendo favorável aos consumidores, a demora de quase uma década para a decisão definitiva traz a tona alguns dos grandes obstáculos para o desenvolvimento do setor elétrico brasileiro, a  judicialização e a morosidade do sistema judiciário.

fonte: https://www.copel.com/hpcweb/copel-ganha-acao-judicial-que-reduzira-tarifa-de-energia

ANEEL autoriza reajuste das tarifas de energia elétrica da COPEL Distribuição

No dia 23 de junho de 2020, a Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou o reajuste das tarifas de energia e distribuição da principal distribuidora de energia do Estado do Paraná – COPEL, os novos valores estão vigentes desde 23 de junho de 2020.

É importante observar que apesar do aumento das tarifas de utilização do sistema de distribuição (TUSD), as tarifas de energia (TE) diminuíram, a redução se deve principalmente a aplicação da Resolução Normativa 885/20 da ANEEL conhecida como Conta Covid, que visa diluir o custo da energia adquirida pelas concessionárias em até 5 anos, criando assim um menor impacto nos reajustes.

A tabela abaixo mostra as tarifas dos consumidores do grupo A4, modalidades Verde e Azul , no qual se enquadra a grande maioria das empresas de médio porte.

Já a tabela a seguir mostra o impacto das novas tarifas para consumidor residencial convencional (B1) para o qual o custo global da energia teve uma redução 0,94%.

Fonte de dados: ANEEL

Quer saber exatamente como a sua empresa será afetada pelas novas tarifas? 

Envie a cópia da última fatura de energia para efienergy@efienergy.com.br e retornaremos com o impacto para sua empresa, e não se preocupe não haverá nenhum custo para esta análise.

Bandeira Tarifária Verde até Dezembro

Em reunião publica realizada no dia 26/05/2020 a diretoria da Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), anunciou que a bandeira tarifária verde sera mantida até dezembro de 2020. Segundo a ANEEL a medida tem o objetivo de diminuir os gastos dos consumidores e auxiliar o setor elétrico durante a  crise do Covid-19.

Alem das análises técnicas e a consulta publica realizada entre 12/03 e 27/04 a ANEEL aponta a redução de carga projetada para os próximos meses como fundamentos para a decisão.

Fonte: aneel.gov.br acessado em 27/05/2020

Palestra sobre Eficiência Energética na UNIBRASIL

O Sócio Diretor da Efi Energy Engenharia o Eng. Paulo César dos Santos ministrou uma palestra sobre eficiência energética na universidade UNIBrasil . O evento ocorreu em Curitiba no dia 22/10 e contou com a participação de mais de quarenta pessoas entre estudantes e professores do curso de Engenharia Elétrica.

“Foi muito gratificante a palestra do Paulo no evento que tivemos na Unibrasil (EVINCI – Evento de iniciação Científica). Oportunidade em que podemos adquirir grandes conhecimentos e agregando na formação de nossos futuros engenheiros para um mundo melhor e sustentável”, afirmou  Marcio Noris, professor do curso de engenharia elétrica e organizador do evento.

Workshop sobre Eficiência Energética foi sucesso de público em Curitiba

O Sócio Diretor da Efi Energy Engenharia o Eng. Paulo César dos Santos, foi o palestrante do Workshop de Eficiência Energética promovido pela Reymaster Materiais Elétricos e pela Engerey Painéis Elétricos. O Evento aconteceu na noite de 17/10/2019 na sede da Engerey e contou com a participação de mais de 100 pessoas, sendo eles profissionais das mais diversas áreas da indústria, comércio e empresas de instalação e manutenção.

Na palestra foram abordados assuntos relevantes para se alcançar a redução de custos com energia elétrica, desde gestão da fatura de energia até soluções de eficiência energética que envolvem troca de motores e automação de processos. Foram apresentados exemplos onde o retorno do investimento acontece em apenas 6 meses.

Ao final da palestra foi aberto o espaço para perguntas e foram aproximadamente 30 minutos de perguntas e respostas o que demonstra a grande relevância do tema Eficiência Energética na Indústria.

Em agosto, energia mais cara com bandeira tarifária vermelha.

Em 26/07/2019 a Agência nacional de energia elétrica (ANEEL) anunciou a aplicação da bandeira tarifária vermelha no mês de agosto, gerando um custo extra de R$4,00 para cada 100 kWh.

Segundo a ANEEL, a plicação da bandeira tarifária vermelha ocorre devido aos baixos níveis dos principais reservatórios do país e às previsões hidrológicas que apontam vazões abaixo da média histórica.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, o sub sistema Sudeste/Centro Oeste apresenta o nível mais baixo (44,84%).

Dados: aneel.gov.br em 02/08/2019 e ons.org.br em 02/08/2019.

Energia mais cara, bandeira amarela em julho

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é BT_JULHO-2019_DESTAQUE.jpg
Em Julho de 2019 a bandeira tarifária será Amarela, o que indica um aumento de custo de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Julho é um mês tipicamente seco nas principais bacias hidrográficas brasileiras, as previsões meteorológicas indicam chuvas abaixo da média para o período, oque deve agravar ainda a situação.

Dados: aneel.gov.br em 28/06/2019

Efi Energy Engenharia é Parceiro WEG – WE³

Em dezembro de 2018 a Efi Energy Engenharia e Consultoria Ltda firmou parceria com a  WEG Motores, como integrador de soluções de eficiência energética em motores elétricos, o programa lançado pela WEG recebeu o nome de WE³ e credenciou parceiros em todo Brasil para aplicar as soluções desenvolvidas ao longo dos anos pelo Centro de Negócios em Eficiência Energética – CNEE. Saiba mais.