Bandeira de Escassez Hídrica – Setembro/2021 até Abril/2022 – Veja como economizar neste período crítico

Esse novo patamar de preços foi criado pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG), devido a grave crise hídrica e a necessidade de acionamento de usinas térmicas mais caras e poluentes, a bandeira tarifária vermelha no patamar 2 foi novamente corrigida de R$ 9,492 para R$ 14,20 para cada 100 kWh. 

Para uma residência que consome em média 250 kWh, o custo extra, sem os impostos, passará de R$ 23,73 para R$ 35,50 por mês, pensando no aumento global da conta de energia, por exemplo, para uma residência atendida pela COPEL no Estado do Paraná o impacto será de 7,20%.

Para este mesmo cliente da COPEL usando como base a tarifa na bandeira Verde, o custo extra de bandeira vermelha P2 representou:

Junho: + 11,20%  – Bandeira Vermelha P2 de R$ 6,243 / 100 kWh

Julho: + 17,02% – Bandeira Vermelha P2 de R$ 9,492 / 100 kWh

Agosto: + 25,44 % – Bandeira Vermelha P2 de R$ 14,20 / 100 kWh

Como economizar energia?

A fórmula que determina o consumo de energia de um equipamento é simples:

Energia (kWh) = Potência (W) x horas de funcionamento x 1.000 

Assim, existem 2 formas básicas de reduzir o consumo de um equipamento, diminuindo a potência com a utilização de um equipamento mais eficiente ou reduzindo o número de horas de funcionamento (por exemplo com sensor de presença para iluminação).

Dicas:

  • Chuveiro elétrico: Banhos mais curtos;
  • Geladeira: Evitar abrir várias vezes e também de colocar alimentos quentes no aparelho;
  • Máquina de lavar: Acumular roupas para usar a máquina na capacidade máxima e assim reduzir o tempo da máquina ligada;
  • Ferro de passar roupas: Acumular as roupas para passar todas ao mesmo tempo;
  • Computadores: Programar para que ele fique em modo de hibernar quando não utilizado por um período de tempo, por exemplo 10 min, evitando assim que o computador fique ligado consumindo energia sem necessidade.
  • Iluminação: Substituir todas as lâmpadas fluorescentes ou incandescente por lâmpadas Led, e controlar a utilização somente quando for necessário, utilizando o máximo de iluminação natural.

 

ANEEL define novos valores da bandeira tarifária

Foi definido no dia 29/06/2021 que para o mês de Julho, devido a grave crise hídrica, a bandeira tarifária será vermelha no patamar 2, porém como já era previsto o custo aumentou de R$ 6,243 para R$ 9,492 para cada 100 kWh, isso representa um aumento real de 52,04% no custo extra.

Para uma residência que consome em média 250 kWh, o custo extra, sem os impostos, passará de R$ 15,61 para R$ 23,73 por mês, pensando no aumento global da conta de energia, por exemplo, para uma residência atendida pela COPEL no Estado do Paraná o impacto será de 4,93 % já considerando as novas tarifas que começaram a valer em 24/06/2021.

Para este mesmo cliente da COPEL quando comparamos a tarifa anterior ao reajuste com bandeira vermelha P2 com a nova tarifa e a nova bandeira vermelha P2, o aumento sentido da conta paga em junho para conta que será paga em agosto de 2021 será de 13,30 %.

Algumas dicas para economizar energia são:

  • Chuveiro elétrico: Banhos mais curtos;
  • Geladeira: Evitar abrir várias vezes e também de colocar alimentos quentes no aparelho;
  • Máquina de lavar: Acumular roupas para usar a máquina na capacidade máxima e assim reduzir o tempo da máquina ligada;
  • Ferro de passar roupas: Acumular as roupas para passar todas ao mesmo tempo;
  • Computadores: Programar para que ele fique em modo de hibernar quando não utilizado por um período de tempo, por exemplo 10 min, evitando assim que o computador fique ligado consumindo energia sem necessidade.
  • Iluminação: Substituir todas as lâmpadas fluorescentes ou incandescente por lâmpadas Led, e controlar a utilização somente quando for necessário, utilizando o máximo de iluminação natural.

Reajuste Tarifário da Copel é o maior dos últimos 3 anos

Na terça-feira 22/06/2021 a ANEEL aprovou o resultado da Revisão Tarifária Periódica 2021 da Copel Distribuição S.A. A Distribuidora do Paraná atende a 4,8 milhões de unidades consumidoras em 394 municípios.

Mesmo com o conjunto de ações tomadas para mitigar o aumento de tarifas, entre elas a conta-covid e a destinação de parte dos recursos que antes eram investidos em eficiência energética e pesquisa e desenvolvimento para pagamento desta conta o aumento verificado foi o maior desde 2018.

Para consumidores residenciais o aumento foi de 8,97 %.  A tarifa convencional sem impostos passou de R$ 0,51277 / kWh para R$ 0,55881 / kWh, quando adicionados os impostos (ICMS, PIS e Cofins) a tarifa passou de R$ 0,750735 / kWh para R$ 0,818141 / kWh,

Para uma residência que consome em média 250 kWh / mês o aumento na conta de energia será de R$ 16,85 / mês em média.

Já para os consumidores comerciais e industriais que estão conectados em média tensão, o aumento médio foi de 9,57 %.

Porém, para calcular o reajuste real que será sentido nas contas dos grandes comércios e indústrias é necessário levar em conta a demanda contratada e o perfil de consumo, pois os reajustes foram diferentes nas diversas tarifas que compõem o custo total de um consumidor de média tensão.

Por exemplo, para uma pequena indústria com demanda contratada de 250 kW, consumo fora de ponta de 92.960 kWh e na ponta de 5.000 kWh o custo total com energia passará de R$ 59.000,00 para R$ 65.000,00 em média, um aumento de 10,17%. 

Você que é gestor ou proprietário de um comércio ou indústria, sabe calcular qual será o reajuste real para o seu negócio?

Caso não saiba a Efi Energy Engenharia vai te ajudar, envie para o e-mail comercial@efienergy.com.br ou para o whatsapp 41 98860-7364 a sua última conta de energia elétrica e calculamos para você qual o percentual médio de reajuste sua conta de energia terá. E não se preocupe esta análise não terá custo algum.

Se quiser conhecer mais dos nossos serviços de gestão de energia e eficiência energética clique aqui.

 

 

Chamada Pública Copel 2020-2021

Esta aberta a chamada pública da Copel 003/2020 a qual disponibilizará R$ 30 milhões de reais para o financiamento de projetos de eficiência energética e geração distribuída.

Entre em contato e a Efi Energy Engenharia fará uma avaliação para sua empresa sem custos (41) 98860-7364 ou comercial@efienergy.com.br.

Entenda mais sobre o programa clicando aqui.

Efi Energy recebe prêmio WEG de projeto destaque 2019

A Efi Energy Engenharia e Consultoria foi destaque a nível nacional em projetos de eficiência energética entre os integradores da WEG em 2019. Atualmente a WEG conta com 43 integradores We³ (Weg Especialistas em Eficiência Energética) a nível nacional.

A Efi Energy recebeu o prêmio de projeto destaque 2019 pelo projeto da Cooperativa Frísia.
Agradecemos a WEG S.A. pela confiança depositada em nossa empresa, juntos somos mais fortes.

Efi Energy Engenharia participa da Semana da Eficiência de Energética


Promovido pelo HUB Jornada da Eficiência, a Semana da Eficiência Energética é um evento online, com duração de 5 dias, no qual serão apresentados mais de 20 painéis sobre eficiência energética.

O evento Conta com a participação de renomados profissionais do setor elétrico, entre eles estará o engenheiro Paulo Cesar dos Santos, sócio fundador da Efi Energy Engenharia, ele  apresentará o case de sucesso de um dos mais importantes projetos de eficiência energética realizados pela empresa.

A apresentação ocorre no dia 17/09 às 19:00.

A inscrição para o evento é gratuita e pode ser feita clicando na imagem abaixo.

Decisão judicial reduz a conta de energia dos consumidores Paranaenses.

Em 10 de julho de 2020 a Companhia Paranaense de Energia (COPEL) anunciou que venceu uma ação impetrada em 2009, que tinha como objetivo desobrigar a empresa a recolher PIS e COFINS sobre o ICMS.

O argumento apresentado pela COPEL no processo judicial foi que o ICMS é receita do estado, e como o PIS e Cofins devem incidir sobre a receita da companhia, não poderiam incluir o ICMS em sua base de cálculo.

A COPEL divulgou em seu portal que a redução média nas tarifas de energia será de 3,8%, passando a valer a partir de julho de 2020.

Além da Concessionaria paranaense outras empresas de distribuição, de diversos estados, impetraram  ações semelhantes na justiça, com a grande maioria aguardando decisão do Superior Tribunal de Justiça.

Mesmo sendo favorável aos consumidores, a demora de quase uma década para a decisão definitiva traz a tona alguns dos grandes obstáculos para o desenvolvimento do setor elétrico brasileiro, a  judicialização e a morosidade do sistema judiciário.

fonte: https://www.copel.com/hpcweb/copel-ganha-acao-judicial-que-reduzira-tarifa-de-energia

ANEEL autoriza reajuste das tarifas de energia elétrica da COPEL Distribuição

No dia 23 de junho de 2020, a Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou o reajuste das tarifas de energia e distribuição da principal distribuidora de energia do Estado do Paraná – COPEL, os novos valores estão vigentes desde 23 de junho de 2020.

É importante observar que apesar do aumento das tarifas de utilização do sistema de distribuição (TUSD), as tarifas de energia (TE) diminuíram, a redução se deve principalmente a aplicação da Resolução Normativa 885/20 da ANEEL conhecida como Conta Covid, que visa diluir o custo da energia adquirida pelas concessionárias em até 5 anos, criando assim um menor impacto nos reajustes.

A tabela abaixo mostra as tarifas dos consumidores do grupo A4, modalidades Verde e Azul , no qual se enquadra a grande maioria das empresas de médio porte.

Já a tabela a seguir mostra o impacto das novas tarifas para consumidor residencial convencional (B1) para o qual o custo global da energia teve uma redução 0,94%.

Fonte de dados: ANEEL

Quer saber exatamente como a sua empresa será afetada pelas novas tarifas? 

Envie a cópia da última fatura de energia para efienergy@efienergy.com.br e retornaremos com o impacto para sua empresa, e não se preocupe não haverá nenhum custo para esta análise.

Bandeira Tarifária Verde até Dezembro

Em reunião publica realizada no dia 26/05/2020 a diretoria da Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), anunciou que a bandeira tarifária verde sera mantida até dezembro de 2020. Segundo a ANEEL a medida tem o objetivo de diminuir os gastos dos consumidores e auxiliar o setor elétrico durante a  crise do Covid-19.

Alem das análises técnicas e a consulta publica realizada entre 12/03 e 27/04 a ANEEL aponta a redução de carga projetada para os próximos meses como fundamentos para a decisão.

Fonte: aneel.gov.br acessado em 27/05/2020

Palestra sobre Eficiência Energética na UNIBRASIL

O Sócio Diretor da Efi Energy Engenharia o Eng. Paulo César dos Santos ministrou uma palestra sobre eficiência energética na universidade UNIBrasil . O evento ocorreu em Curitiba no dia 22/10 e contou com a participação de mais de quarenta pessoas entre estudantes e professores do curso de Engenharia Elétrica.

“Foi muito gratificante a palestra do Paulo no evento que tivemos na Unibrasil (EVINCI – Evento de iniciação Científica). Oportunidade em que podemos adquirir grandes conhecimentos e agregando na formação de nossos futuros engenheiros para um mundo melhor e sustentável”, afirmou  Marcio Noris, professor do curso de engenharia elétrica e organizador do evento.